869 Views |  Like

Lowlights x Splashlights

Balaiagem, luzes, californianas e ombré hair. Nada disso! A moda são as lowlights e as splashlights. No mundo da moda capilar essas novidades surgem diariamente. Sejam em relação a produtos ou ao modo como é feito. No final das contas, o trabalho dos hairstylists é sempre encontrar novas tendências que, preferencialmente, sejam menos agressivas e cada dia mais bonitas.
Por definição, as lowlights são descolorações que não mudam a cor da base dos fios, não precisam começar da raiz, portanto não precisam de retoques constantes. Além da incrível economia, pois é simples de manter e fazer retoques, você ainda ganha pontos no quesito naturalidade. A técnica consiste em fazer um desbotamento aleatório, sem deixar marcar, mesmo que haja um grande contraste entre a raiz natural escura e as pontas claras. Apesar de a cor natural não ser completamente mudada, é importante prestar atenção na hora de escolher a tonalidade ideal. Os tons bege, dourados suaves ou louros naturais são consideradas curingas e opções difíceis de errar.
Enquanto isso, as splashlights consiste numa técnica simples, onde é feito uma descoloração de orelha a orelha, criando uma pequena faixa de luz nos cabelos. A maravilha dessa novidade é que ela não exige manutenção e também é menos agressiva. Internacionalmente, esta técnica já está fazendo sucesso há um ano. Tenho uma boa e uma má notícia. Qual vocês querem primeiro? Ok, vou dar a má notícia primeiro: cabelos com corte joãozinho ou curtíssimos, não é possível aplicá-las. A boa notícia: todos os tipos de cabelos podem passar por este procedimento, desde que o grau de clareamento seja compatível com a saúde de cada um.
Detalhe: Mas cuidado! Se não quiser ficar com uma listra descolorida no meio do cabelo e parecer meio estranho. A não ser que esse seja o seu objetivo, como é o caso da vocalista da banda americana Chairlift, Caroline Polachek.
Fonte: Estilo Esse